Itupeva completa 55 anos de emancipação política

Notícias

Com 55 anos de emancipação política, neste sábado, 21 de março de 2020, Itupeva é um município em desenvolvimento e, que se destaca, pelo Turismo.

O prefeito Marcão Marchi explica que o município tem alcançado desenvolvimento em diversas áreas, a partir de investimentos que beneficiam a população. “Nossa atuação é voltada estritamente para a cidade e a população. Nesta data tão simbólica, não poderíamos deixar de destacar a importância de cada cidadão para o desenvolvimento desta terra tão querida. Agradeço a todos que contribuem para o progresso de Itupeva e reitero o compromisso de trabalho e determinação por novas conquistas e avanços para essa, e também para as próximas gerações”, agradece.

No momento em que não se permite comemorações, em virtude da pandemia do Coronavírus (Covid-19) que assola o mundo, o prefeito Marcão Marchi manifesta seu otimismo e, como tem feito, pede a colaboração de todos. “Temos atuado incessantemente com medidas preventivas para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus. O momento é muito sério, que requer a compreensão de todos para vencermos essa batalha”, explica.

Itupeva em números
Conforme recente levantamento divulgado pelo IBGE, Itupeva registra uma população estimada em 61.252 habitantes, distribuída nos mais de 200.816 km².

Apesar das dificuldades nos últimos anos, o município se superou e retomou o rumo do crescimento, com credibilidade, e desenvolvimento, a partir da gestão do prefeito Marcão Marchi.

A educação se destaca pelo conteúdo de qualidade, refeições e atividades, que envolve mais de 7 mil alunos na Rede Municipal de Ensino.

Itupeva também faz parte do Circuito das Frutas, contempla diversos tipos de turismo: rural, religioso, de compras, gastronômicos, cultural, histórico, de esportes, aventura, cicloturismo, ecoturismo e enoturismo. E, para receber os turistas, estão disponíveis 1.200 leitos nas opções hoteleiras do município.

Além do crescimento populacional, Itupeva também se desenvolveu economicamente.

Por meio da Sala do Empreendedor, que funciona no Paço Municipal, aproximadamente 2 mil atendimentos foram realizados aos microempreendedores. Desde 2017, a cidade também avança com as novas indústrias. Cerca de 90 foram instaladas no município.

Ainda com relação ao mesmo período, foram implantados na cidade cerca de 800 estabelecimentos comerciais. 

Os últimos levantamentos também apontam que o município de Itupeva cresceu 8,5% na geração de empregos, com um saldo positivo de 2.083 vagas formais, atingindo o 1º lugar na região e o 12º lugar no ranking de geração de empregos do Estado de São Paulo.

A agricultura familiar também é destaque e 90% da produção itupevense é de uva, que começou a ser cultivada na cidade, após a queda da produção de café.
Itupeva abriga hoje mais de 150 propriedades rurais e, além da uva, também é fértil para outras produções, como, por exemplo: cheiro verde, couve flor, abobrinha, hortaliças, flores de corte, pitaya e brócolis.

História de Itupeva
A sua rica história tem origem de 1953, quando o então bairro de Itupeva tornou-se Distrito de Paz do município de Jundiaí. Alguns anos depois, especificamente em 1957, foram instalados o Distrito e o Cartório de Registro Civil e Anexos.

Dez anos se passaram desde 1953, e as lideranças de Itupeva iniciaram o movimento, com propósito de obter a emancipação político-administrativa, que contava com o apoio da maioria absoluta da população.

Neste mesmo período, foi formada a Comissão de Emancipação, incumbida de preparar toda documentação necessária para justificar o Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Em 1963, foi realizado o plebiscito, com vitória esmagadora pela emancipação, com mais de 90% da vontade popular. Desta maneira, estava selado o desligamento do Distrito de Itupeva do município de Jundiaí e, finalmente em 31 de dezembro de 1963, pela Lei Estadual 8.050, Itupeva ganhou a condição de município, cuja instalação oficial ocorreu em 21 de março de 1965.