Mês da Mulher: Prefeito de Itupeva participa de evento que discute o papel feminino na sociedade

Notícias

O prefeito de Itupeva, Marcão Marchi, participou no último domingo, 1° de março, de um evento destinado às mulheres, no auditório do Itu Plaza Hotel em Itu, e que contou com a presença da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Regina Alves.

Na ocasião, a ministra foi responsável por conduzir uma palestra com o tema “O Papel da Mulher na Sociedade”.

Além do prefeito, participaram a secretária de Desenvolvimento Social, Aline de Melo Alves, as coordenadoras de programas de assistência social, Caroline Espeleta Palamarczuk e Mônica Governici e as servidoras, Lúcia Helena Grapeia e Ana Paulo Santos Chepp.

“Foi um encontro importante, porque tivemos conhecimento do que está sendo desenvolvido pelo Ministério em relação à mulher no Brasil”, comentou o prefeito Marcão Marchi.

A secretária de Desenvolvimento Social, Aline de Melo Alves, explicou que a palestra abordou sobre as dificuldades ainda enfrentadas pela mulher na sociedade. “Mesmo falando sobre os vários tipos de violência, pudemos também conhecer ações que incluem as mulheres. São trabalhos que proporcionam oportunidades, que as inserem no mercado de trabalho, gerando renda.”

Ao final da palestra, o prefeito Marcão Marchi conversou com a ministra, Damares Regina Alves, e, por meio de um ofício, solicitou recursos financeiros para a construção de uma sede para a Casa da Mulher Brasileira, em Itupeva. “A Casa da Mulher Brasileira é um centro de atendimento humanizado e especializado no atendimento à mulher em situação de violência doméstica. O local é preparado para ser um ambiente confortável, acolhedor e seguro, além de oferecer apoio psicológico, assistencial, com o amparo necessário para a sua segurança e bem-estar”, ressaltou.

A Prefeitura de Itupeva já desenvolve um trabalho para atender mulheres que sofrem violações de direito, a partir do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência. De abril de 2019 a fevereiro deste ano, foram realizados 583 atendimentos a mulheres, crianças e adolescentes.

Atualmente, 22 mulheres que sofreram ou sofrem violência doméstica e familiar, permanecem em acompanhamento no Núcleo, com ou sem medida protetiva.

Elas são atendidas pelos profissionais de serviço social e psicologia. São atividades individuais, familiares e em grupo, como rodas de conversa que têm o objetivo de trabalhar a prevenção e sensibilizar o público para que denuncie situações de violência contra a mulher.

Quando necessário, a equipe técnica acompanha a vítima na Delegacia de Polícia, Instituto Médico Legal, assim como a secretaria disponibiliza o recâmbio da mulher e filhos para as cidades de origem e, ou para o acolhimento junto aos seus familiares residentes fora do município.

O Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência funciona no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), no Jardim São Vicente, que atende de segunda à sexta-feira, das 8 às 17 horas. Mais informações pelo telefone (11) 4496-9681.

Em Brasília - No início de fevereiro, o prefeito Marcão Marchi esteve em Brasília e solicitou ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, outras demandas.

“Entregamos dois ofícios. Em um deles, solicitei à adesão de Itupeva ao Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável, possibilitando novas políticas sociais em atenção ao idoso. Já a outra demanda apresentada, é sobre um kit para a atuação do Conselho Tutelar composto por um veículo, cinco computadores, uma impressora, um refrigerador, um bebedouro, uma cadeira para veículo para transporte de crianças, uma TV Smart e um ar-condicionado portátil, visando a melhoria no atendimento deste órgão tão importante.”

EVENTO DAMARES 2.jpg