Leishmaniose: Prefeitura solicita auxílio de clínicas particulares nas notificações

Notícias

Com o objetivo de controlar os casos de Leishmaniose em animais domésticos do município, a Prefeitura de Itupeva solicita o auxílio das clínicas veterinárias particulares, para que notifiquem todos os casos à Unidade de Vigilância de Zoonoses.

Para a gerente da UVZ, essa colaboração é de extrema importância. “Nós, como setor público, já fizemos diversas campanhas para que as pessoas tenham conhecimento sobre a doença e também trabalhamos nesse controle. Mas, é preciso que as clínicas nos avisem sobre estes casos”, explicou ela.

Sobre a doença - A leishmaniose visceral canina é uma doença grave para os animais. O cão doméstico é considerado um importante reservatório do parasita. Mas vale reforçar que a doença não é transmitida através das lambidas, mordidas e afagos. O contágio ocorre somente por meio da picada da fêmea do flebotomíneo.

Todos os cães infectados, mesmo aqueles sem sintomas aparentes, são fonte de infecção para o inseto transmissor, e, portanto, um risco à saúde.

Preenchendo a notificação - Se o médico veterinário estiver com dúvida de como preencher ou se não tiver o formulário, poderá entrar em contato com o setor de UVZ pelo telefone (11) 4591-8527.