Cores em bengalas ajudam a identificar tipos de deficiências visuais

Notícias

Segurança, autoconfiança, autonomia e independência são naturalmente proporcionadas para as pessoas com deficiência visual, por meio da bengala. Muitos não sabem que existem três tipos de bengalas para pessoas com deficiência, desta maneira acabam generalizando o tema.

Na ilustração os três símbolos de acessibilidade da pessoa com deficiência visual, as bengalas estão nas seguintes cores: branca (cego), verde (baixa visão) e branca e vermelha (surdocego). O termo deficiência visual não significa, necessariamente, total incapacidade para ver. Na verdade, sob deficiência visual poderemos encontrar pessoas com vários graus de visão residual.

Entenda a diferença entre os três tipos de deficiência visual:

Cego: É considerado cego aquele que apresenta ausência total da visão. A visão é nula, e não é possível identificar obstáculos, movimentos, ou iluminação através de seu campo de visão. A cor da bengala para o cego é branca

Baixa Visão: Aqueles que possuem visão parcial conseguem identificar a luz, são capazes de contar os dedos a curta distância, enxergam vultos, em alguns casos, podem identificar pessoas e objetos.

Cego-Surdo: A pessoa com surdo-cegueira não enxerga e não escuta, e para a sua comunicação são necessárias diferentes formas, algumas delas são: escrita em braile e o tadoma, onde a pessoa surdo-cega coloca o polegar na boca do falante e os dedos ao longo do queixo.

Como identificar o tipo de grau do deficiente visual através das cores de sua bengala
- Bengala Branca: Sinaliza a pessoa cega, perca total da visão.
- Bengala Verde: Sinaliza pessoa com baixa visão, não são cegas, apenas enxergam com maior dificuldade, possui visão parcial.
- Bengala Branca e Vermelha: sinaliza a pessoa que é surda e cega. Normalmente pode ser sinalizado apenas com um adesivo vermelho sobre a bengala branca.