Ciranda da Paz promove integração em Itupeva

Notícias

Com objetivo de integrar a população e incentivar o convívio amoroso entre às pessoas, a Prefeitura de Itupeva apoia a realização do evento Ciranda da Paz, idealizado por Beatriz Esteves. 

Na manhã deste sábado (12), a Praça da Paz (antiga Praça da Bíblia), localizada no bairro Parques Amarylis foi palco para mais um encontro, reunindo pacientes do CAPS, moradores em situação de rua (integrantes do Projeto Ciranda de Rua do CREAS), além de membros do Grupo de Dança Circular de Jundiaí e a população em geral.

O prefeito Marcão Marchi, rendeu elogios aos participantes desta ação e também manifestou seu apoio ao evento. “A Ciranda da Paz é muito conhecida em Itupeva, proporcionando aos moradores, a possibilidade de integração, diversão e lazer. A sua realização proporciona a paz e o bem-estar de todos”, afirma.

SOBRE O EVENTO – De acordo com Beatriz Esteves, a Ciranda da Paz é parte do Projeto Cultura de Paz, que funciona na cidade há 6 anos. “Na prática, o evento envolve a dança de roda, agregando a cultura de diversos povos. No entanto, não se trata de um espetáculo, mas sim, de uma vivência que permite aos participantes de mãos dadas, a aprenderem coreografia e a dança”, explica.

PARTICIPANTES - O morador do bairro Vila Santa Júlia, Nilo Jaime Criscuolo, de 73 anos, participa do evento há quatro meses. “Eu gosto desta iniciativa, pois a Ciranda da Paz promove a integração dos munícipes, de uma maneira bem agradável. Além do que, fortalece o folclore, por meio da dança”, diz.

Por sua vez, Amadeu Pereira do Lago, de 75 anos, que vive no Residencial São José, é um participante da Ciranda da Paz desde o princípio. “Afinal, gosto de dançar e também da convivência com as pessoas”, descreve. 

ANOTE NA AGENDA – A próxima Ciranda da Paz acontecerá no dia 18 de maio, às 9 horas, na Praça da Paz. 

_Q9A0885.jpg

_Q9A0888.jpg