Parceria entre Ouvidoria e Participação Popular já atendeu mais de 2 mil solicitações

Notícias

Atender as solicitações dos moradores para os mais variados serviços públicos se transformou numa das grandes missões da Prefeitura de Itupeva, a partir deste ano. Por meio de canais de contato direto com a população, como o telefone 156 e a página oficial no Facebook, o poder público local tem conseguido, na medida do possível, dar suporte aos munícipes. Os números apresentados pela Ouvidoria da Prefeitura comprovam isso: de janeiro até agora, de 2800 demandas atendidas (média de quase 300 por mês), 2250 já tiveram solução graças a um trabalho conjunto.

"Recebemos as demandas pelo 156 e encaminhamos às secretarias responsáveis para que verifiquem a questão e nos respondam para o retorno ao solicitante. Tanto o telefone quanto o portal da Prefeitura na internet e a página oficial no Facebook são os principais canais de comunicação da Prefeitura com os munícipes”, ressaltou Danilo Pezenti, ouvidor municipal.

Por meio desta rede de comunicação, as pessoas podem solicitar serviços (corte de mato, poda de árvore etc.), dar sugestões, fazer reclamações e até denúncias. “Todo morador de Itupeva pode nos contatar gratuitamente pelo número 156 ou presencialmente no Pads (Posto de Atendimento e Desenvolvimento Social)”, completou Pezenti.

Integração – Além do diálogo direto com as secretarias da Prefeitura, a Ouvidoria também mantém uma parceria com a Unidade de Participação Popular, órgão da Prefeitura que faz contato com os bairros por meio de lideranças e associações de moradores.

“Trabalhamos junto com as associações para receber as solicitações e dar encaminhamento aos pedidos. O entrosamento com a Ouvidoria é importante porque estamos em contato diretamente com os munícipes”, explicou Fábio Franjoti, supervisor da unidade.

Na maioria dos casos, assim que recebe a solicitação, a Ouvidoria faz contato com a Unidade de Participação Popular para que verifique a demanda in loco. “Quando constatamos o problema, ajudamos a acionar imediatamente os órgãos da Prefeitura ou mesmo de outras esferas, como a Sabesp e a CPFL (concessionárias ligadas ao Governo do Estado)”, destacou Franjoti.

O trabalho integrado tem se mostrado eficiente. Em porcentagem, a média de 300 solicitações por mês recebidas pela Ouvidoria tem uma resolução de 80% dos casos atendidos.

"Sempre que ligamos para a Ouvidoria somos bem recebidos e temos os problemas resolvidos”, destacou Everaldo Moreira, o Primo, presidente da Associação de Moradores do Parque das Hortênsias. Entre as solicitações estão mato alto em terrenos baldios, boca de lobo entupida e lixo jogado nas ruas.

“Fizemos uma reestruturação completa do serviço prestado pela Ouvidoria e também buscamos melhorias. Neste período, desenvolvemos ações para aprimoramento de todo o atendimento ao munícipe, como troca de experiências e informações com a Ouvidoria Geral do Estado de São Paulo; criação de relatórios mensais; implantação do SIC (Serviço de Informação ao Cidadão), conforme Lei 12.527/2011; certificação da Associação Brasileira de Ouvidores (ABO), que garante o comprometimento da administração no atendimento aos munícipes; adaptação do portal digital da Prefeitura atendendo às determinações legais”, reforçou o ouvidor municipal.

Para mais informações, a Ouvidoria fica na rua Hidelbrando Ferraz, 192, Centro.