Secretaria de Saúde orienta sobre atenção com agendamento por mensagem SMS

A procura pela vacina tem sido constante em todo o país. Mas, em Itupeva, os números chamam a atenção por um outro dado: somente na sexta-feira passada (2), 37% dos agendados faltaram na ação de imunização. Os dados são da Secretaria de Saúde.

Secretaria de Saúde orienta sobre atenção com agendamento por mensagem SMS

A secretária municipal de Saúde, Luciane A Alves da Cunha, acredita que o principal motivo é a falta de atenção ao recebimento do SMS (mensagem via celular). “Reforço a importância das pessoas se atentarem para essas informações contidas na mensagem de SMS. Na grande maioria dos casos os filhos estão fazendo os cadastros e não se atentando às datas e horários”, disse ela.

Segundo balanço feito pela pasta, 127 pessoas estavam agendadas para se imunizar contra a Covid-19 com a primeira dose no grupo prioritário da faixa etária de 68 anos. Do total, 47 se ausentaram. “Com essas faltas temos um retrabalho muito grande, atrasando todo nosso procedimento”, explicou.

Esquema de vacinação – Para que a vacinação tenha sucesso, uma logística é seguida. É o Ministério da Saúde que envia aos municípios as doses das vacinas, de acordo com cada faixa etária, tendo como base o censo do IBGE. Essas doses, porém, não são suficientes para a vacinação de toda a população ao mesmo tempo.

Assim que uma nova remessa chega ao município, os SMS são disparados com a informação dos agendamentos de acordo com o pré-cadastro, para dar continuidade no processo de imunização.

Para tranquilizar a população, a secretária explica que "ninguém vai perder a vacina, mesmo que os grupos prioritários avancem. Mas, para organização, há uma fila para cada idade e ela precisa ser seguida", explicou a secretária da pasta. 

No momento, duas diferentes marcas/fabricantes de vacinas contra a Covid-19 estão sendo aplicadas no município. A vacina Coronavac/Butantan, com intervalo de 28 dias entre a primeira e segunda dose, e a Vacina Astrazeneca/Fiocruz-Biomanguinhos, com intervalo de 12 semanas entre a primeira e segunda dose.